Resenha - Quando éramos mentirosos

by - julho 13, 2016

Olá leitores, após ter estado este tempo parada estou de volta à acção e pronta para partilhar o meu mundo literário com vocês.

Estamos no verão aqui em Portugal e este livro veio mesmo a tempo. É o primeiro livro que leio desta autora, E. Lockhart, desconheço outros livros dela, mas tenho a dizer que a escrita desta autora não me convenceu  muito.


« Gat, o meu Gat. Colhera-me uma rosa do nosso sítio de passeio preferido. Pendurara-a a secar e esperara que eu chegasse à ilha para ma dar.
  Nesta altura, eu já tinha beijado um ou três rapazes pouco importantes.
  Perdera o meu pai.
  Viera para esta ilha, de uma casa de lágrimas e falsidade
  e vi Gat
  e vi aquela rosa na mão dele,
  e nesse momento, com o sol da janela a incidir sobre ele,
  as maçãs em cima do balcão da cozinha,
  o cheiro a madeira e a oceano no ar,
  chamei-lhe amor.
  Era amor, e atingiu-me de tal maneira que tive de me encostar à porta de rede que nos separava só para não cair. »

Já andava a algum tempo para ler este livro, e quando vi que ele estava em promoção tive logo que o ir comprar.... vocês percebem-me!!!
Não sabia era que o livro me iria por a chorar que nem um bebé.



Achei algumas partes do livro engraçadas, nomeadamente as comparações que a autora fazia nas personagens, nunca tinha lido algo assim:
« Mirren. Ela é açúcar. É curiosidade e chuva. »
« Johnny. Ele é energia. É esforço e ironia. »

O Livro



Título: quando éramos mentirosos
Autora: E. Lockhart
Ano: 2014
Género: YA, romance, mistério, ficção
Sobre: Todos nós queremos ter aquela família perfeita, o romance perfeito, as férias perfeitas.
A família Sinclair não é excepção, ricos, bonitos... tem a sua própria ilha onde passam os Verões em família, mas visto por dentro da família, conhecemos os seus verdadeiros problemas e nem tudo é um mar de rosas.
Quando Candece conhece Gat, aos seus 8 anos ( verão 8 ), algo muda e eles criam uma ligação forte, que irá durar pelos Verões seguintes « Não importa se um de nós está desesperadamente, desesperadamente apaixonado. Tão apaixonado que é preciso tomar medidas igualmente desesperadas. »
Mas, após a morte da avó de Candece, a família entra em conflito e geram-se vários conflitos que põe em risco a amizade dos 3 primos, Candece, Johnny, Mirren e o amigo deles Gat e, para que nada lhes aconteça e para o bem da família, decidem meter fogo à casa do avô deles.
Candece não se lembra de nada do que aconteceu antes do seu acidente, cabe a ela própria lembrar-se de tudo e tirar as suas próprias conclusões.
Sinopse: E se alguém lhe perguntar como acabar este livro… MINTA.
A família Sinclair parece perfeita. Ninguém falha, levanta a voz ou cai no ridículo. Os Sinclair são atléticos, atraentes e felizes. A sua fortuna é antiga. Os seus verões são passados numa ilha privada, onde se reúnem todos os anos sem exceção.
É sob o encantamento da ilha que Cadence, a mais jovem herdeira da fortuna familiar, comete um erro: apaixona-se desesperadamente. Cadence é brilhante, mas secretamente frágil e atormentada. Gat é determinado, mas abertamente impetuoso e inconveniente. A relação de ambos põe em causa as rígidas normas do clã. E isso simplesmente não pode acontecer.
Os Sinclair parecem ter tudo. E têm, de facto. Têm segredos. Escondem tragédias. Vivem mentiras. E a maior de todas as mentiras é tão intolerável que não pode ser revelada. Nem mesmo a si.
 


A história deste livro é forte e emocionante. A escrita deixou-me um pouco triste, foi a única coisa que não apreciei do livro, mas se ignorar-mos isso, é um livro de 4 estrelas. Recomendo!
Digam-me o que acharam do livro caso já o tenham lido, se o querem ler. Comentem  a vossa opinião :)


« Gat, o meu Gat, que foi em tempos o meu Gat (...) Ele é contemplação e entusiasmo. Ambição e café forte. »

You May Also Like

3 comentários

  1. Nunca li nenhum livro dessa autora mais vou procurar. Amei o seu blog, muito fofo.

    Blog Tava Na Estante

    ResponderEliminar
  2. Oi, Nadia.
    Não conhecia o livro e nem uma obra da autora, mas essa parece ser uma boa indicação! Amei a resenha :3
    Beijos!
    Borboletas de Papel | Fanpage

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.

Translate

Instagram